UROGINECOLOGIA

Especialidades

Entre as mulheres, a partir dos 40 anos de idade, é comum surgir algum destes problemas, como prolapso dos órgãos pélvicos, uretrocele e cistocele (uretra e bexiga “caídas”), e dos órgãos posteriores, como retocele (reto “caído”), associados ou não com a incontinência urinária de esforço (perda involuntária de urina sob tosses, risos ou espirros).

Merece destaque a aplicação do estudo urodinâmico na fase de avaliação das pacientes e uma revitalização dos ligamentos de sustentação da uretra por meio das cirurgias de sling suburetral (uma cinta abraçando e sustentando a uretra), as quais passaram por uma verdadeira revolução após a introdução das técnicas ditas minimamente invasivas (TVT, TOT), com as telas de prolene monofilamentares e bem macroporosas, utilizadas hoje em dia.

Também o emprego de técnica laparoscópica associado ao uso de telas específicas para o sítio vaginal mostra-se como um grande e recente avanço no tratamento cirúrgico dos prolapsos de órgãos pélvicos, tornando mais fácil e rápida a recuperação das pacientes, muitas já bem idosas, com melhores resultados quanto à funcionalidade e durabilidade, se comparada à clássica correção via vaginal.

Fotos

Vídeos

feito com
icone criação de sites