UROLOGIA GERAL

Especialidades

As doenças sexualmente transmissíveis (DST), as infecções urinárias recorrentes e as enfermidades benignas da próstata são as causas mais frequentes de busca por atendimento na Urologia Geral.

Dentre as DST, as mais comuns são as uretrites inespecíficas e o HPV (“crista de galo”), embora outras, como sífilis, gonorreia e cancro mole, também ocorram, em maior ou menor número, dependendo da população em questão. Exigem atenção, em razão da gravidade, a infecção pelo HIV (vírus da aids) e a transmissão por via sexual das hepatites B e C.

As infecções urinárias recorrentes são muito comuns em mulheres e em homens que já apresentem processos obstrutivos urinários. Uma avaliação urológica sistematizada e bem conduzida geralmente consegue identificar fatores predisponentes, fazendo com que o manejo adequado possibilite a interrupção das recorrências.

Quanto às enfermidades benignas do tracto urinaário inferior, merecem cuidado a hiperplasia prostática benigna (ou adenoma da próstata), a estenose da uretra e a prostatite.

Com relação às estenoses da uretra, ou seja, quando há estreitamento do conduto que leva a urina da bexiga para o meio exterior, há sintomas que se confundem com os da hiperplasia prostática benigna, cujas causas mais frequentes são os traumas por sondagens da uretra, passagem de cálculos urinários, infecções por DST ou cirurgias anteriores por via uretral. A Master Clínica dispõe do Holmium Laser, que, acoplado à câmera de vídeo, permite cirurgia corretiva por via uretral mesmo, sem necessidade de incisões na grande maioria dos casos.

As prostatites (processos infecciosos e inflamatórios da próstata) devem ser avaliadas não só pela dor e obstrução ao fluxo urinário que causam, como pela necessidade de internação e antibióticos por via intravenosa por causa do risco de septicemia (infecção generalizada). Para saber sobre hiperplasia prostática benigna, visite o ícone CIRURGIA DA PRÓSTATA.